20131027_Op.FSTB2013/14_CN06

2013.10.27

ACÇÃO MISSIONÁRIA AURORA – AMA
PROJECTO TCHUMA TCHATO
EM PARCERIA COM TFI

ImageImage

Caros amigos, de longa data, recentes e associados da Acção Missionária Aurora – AMA, que nos vão apoiando na medida do possível, ainda que sobre-carregados com a austeridade que mais parece já uma parte integrante da vida do que propriamente um incidente passageiro.

Foi com surpresa e esforço para conter apreensão que, durante os 5 meses que estive em Portugal, vi e senti o desafio que nos está colocado como cidadãos de um país tão antigo na sua história soberana; E que, como nunca aconteceu, hoje se encontra debaixo de regras e imposições, ditadas de tão longe e tão impessoais.

Mas, ao menos agora, não estamos “orgulhosamente sós.”

É de facto uma forma bizarra de assumir compromissos, para os quais a maioria, que é o povo, não deu o seu aval e parece não estar de todo preparado para honrar, nem psicológica nem materialmente.

E depois desta achega “politizada,” desejaria passar a outro nível. O da humanidade traduzida em actos de solidariedade, que é a única forma de viver e dar fruto agradável à vista e doce no paladar. Em alguns de vós, como a viúva no templo em Lucas 21:1-4, pude sentir o mesmo respeito pelas coisas de Deus apesar das dificuldades por que estão passando. Bem hajam, como certamente essa mulher também o foi.

Incluídos nas campanhas para a 2.ª fase da Iniciativa “De Barraco a Tijolos,” a obra de construção da KLWC*CC (Igreja e Centro Comunitário) estiveram os eventos “Um Dia No Parque” e a “Feira da Solidariedade,” realizados pela Câmara Municipal da Póvoa de Varzim onde a AMA tem um Núcleo, relatados na carta de notícias anterior.

Em meados de Setembro fizemos a costumada viagem ao Sul para visitar amigos. No fim das contas, resta-nos comunicar que a meta ficou longe de ser alcançada com os resultados deste ano.

Mas a necessidade é a mãe da diligência então vamos ver o que Deus terá reservado assim que pusermos pés ao caminho e nó dos dedos a bater às portas localmente.

Ontem fui ao culto e falei com o Pastor Jabu. Não obstante a notícia menos boa o homem continuou de espírito alegre e agradecido, olhando para o que de bom está feito e não para o que ainda falta fazer.

É de facto algo inestimável para mim ter a benção de partilhar momentos com esta gente que sabe viver a vida como ela deve ser vivida, com simplicidade, alegria e confiança em Deus.

Manter-nos-emos na esperança de poder dar notícias que anunciem progresso de mais esta comissão em África.

JR & Clara Collazo

(Missionários)

Advertisements